.

.
Sem compromisso com a vida real!

Tradutor:

Assinantes do STUDIO 171:

sábado, 30 de junho de 2012

GásCola: novo combustível!




GásCola

Por Carlos Reinaldo Mendes Ribeiro

Não se sabe bem quando, e como, tudo começou, mas através uma propaganda intensa e inteligente, foi divulgado o lançamento de um novo combustível, a GásCola, para substituir a tradicional gasolina.

Revistas técnicas passaram a publicar pesquisas que asseguravam que os aditivos utilizados pela GásCola incrementavam o desempenho do motor, reduziam o ruído, e geravam um escapamento cheiroso.

Com apoio de uma campanha publicitária inteligente e intensa a marca GásCola tornou-se muito popular e valiosa, e o novo produto substituiu a tradicional gasolina, ainda que custasse bem mais.

Como o uso da GásCola tornou-se quase universal, o fato dos motores dos carros passarem a apresentar problemas que antes não tinham, tais como redução da potência, entupimento de tubulações, desgaste da bomba injetora, tremores por descontrole do motor, etc., surgiram aditivos que minimizavam os problemas, tendo surgido a indústria farmacar, especializada em gerar produtos para corrigir os problemas apresentados pelos carros.

Alguns destes produtos, entretanto, causam novos problemas, num círculo vicioso inacreditável, e tornou-se natural a recomendação de Testes Periódicos para identificação prematura dos problemas, facilitando intervenções corretivas, com eventual substituição de algum componente mais afetado.

Carros mais valiosos passaram a ser levados para os SPACar onde, mediante um cuidado muito especial por algum tempo são abastecidos com gasolina, até que melhorem os sintomas das disfunções apresentadas.

O incrível dessa história é que, mesmo assim, a volta do uso da gasolina não é recomendada como a alternativa lógica, o que pode ser atribuído ao fato da nova situação ter gerado um elenco de produtos, instalações e profissões, com grande poder econômico.

Aviso Importante:
Esse texto, para livre divulgação, foi elaborado por Carlos Reinaldo Mendes Ribeiro – www.vidacomqualidade.net, sendo pura ficção, nada tendo a ver com a realidade, e qualquer semelhança é mera coincidência.

PENSAMENTO DO MOMENTO:



Um comentário:

Anne Lieri disse...

Só faltava mesmo a coca cola virar uma especie de combustivel!Muito interessante a ideia do texto!bjs,